AJUFEMG intervém no processo de remoção do juiz Marllon Sousa para a 11a. Vara de MG

altA AJUFEMG peticionou no processo de remoção do juiz Marllon Sousa, removido da Seção Judiciária do Mato Grosso para a 11a. Vara Federal de Belo Horizonte, de competência criminal.

O juiz teve sua jurisdição prorrogada sem data prevista de trânsito. O juiz pediu a cessação da prorrogação à Presidência do TRF, e a AJUFEMG peticionou no processo administrativo, defendendo a cessação de sua prorrogação de jurisdição em razão da necessidade do serviço na Seção Judiciária de Minas Gerais.

O pedido do juiz Marllon Sousa foi deferido, e o ato foi alterado, sendo-lhe aberto trânsito imediato.


AJUFEMG pedirá que não haja prorrogação de jurisdição nas remoções de juízes que venham atuar em Minas Gerais


Por ocasião do exame do pedido de cessação da prorrogação do juiz Marllon, a AJUFEMG informou à Presidência do Tribunal que, a partir de agora, examinará todas as remoções de juízes para exercício em Minas Gerais, solicitando que não haja prorrogação de jurisdição, haja vista a grande carga de processos existentes hoje na sessão judiciária.

Dessa forma, a AJUFEMG solicita a todos os juízes removidos que, caso haja prorrogação de jurisdição, entrem em contato.

Imprimir   Email